Não se concentre tanto nas minhas variações de humos, apenas insista em mim. Se eu calar, me encha de palavras, me faça querer dizer outra e outra vez sobre você, sobre nós, e todo esse amos. Se eu chorar, não me fala muitas perguntas, não precisa nem secar minhas lágrimas. Só me diz que você continuará comigo pra tudo, que tenho teu colo e teu carinho. E ainda que te doa me ver assim, me envolva nos teus braços e diga que eu posso chorar, mas que você não saíra dali enquanto eu não sorrir. Porque é isso que nos importa não é? O sorriso um do outro. ~ Caio Fernando Abreu

quarta-feira, 30 de março de 2011

Já agradeceu?



Têm jovens nas ruas com as mochilas cheias de drogas, com bebidas alcoólicas e nada na cabeça. São jovens sem um olhar amplo, com um mundo de fantasias, de sonhos, e sem beleza. Têm jovens por ai pedindo esmolas para ajudar a mãe, fazendo da sua ajuda um momento de apenas curtição. Têm meninas pelas ruas com dois filhos nos braços, e outro segurando um pedaço da sua blusa, tentando entender a vida que já leva. Têm garotas se prostituindo, garotos roubando e tirando do ninho filhos de gente que muito batalhou. Têm jovens com armas nas mãos, outros num verdadeira maldição de viver uma vida como essa. Então você, jovem, que agora lê isso, com a cara numa tela, geladeira cheia de comida, armários cheio de sonhos de muita gente, pare de reclamar da sua vida. Você tem muito a agradecer, muito o que fazer para tentar ser mais um que luta para que a desigualdade venha a fazer parte de um passado negro. Mas o que você faz? Não busca, não luta, não se inspira nem sonha. Apenas reclama. Reclama porque não possui a calça que acabou de ser lançada, porque não tem as unhas tão bem feitas quanto gostaria. Não reclame tanto. O mundo esta em suas mãos, e seus sonhos também. Agradeça porque você tem muitos artifícios que te ajudam a sonhar mais e ter mais certeza de que podem se tornar reais. Agradeça. Agradeça.

Créditos: fotolog.com/aleemdoreggae

Nenhum comentário:

Postar um comentário